01 02 03 04 04

Administração



Organograma



01


Diretoria


      A Associação Tra Noi de Presidente Prudente, Casa Tra Noi é composta por uma diretoria, responsáveis pela gestão e representação da Entidade, como previsto no capitulo III- artigo 18 da Administração, no Estatuto social da Casa.

      PRESIDENTE:
      Maria Aparecida Mazuqueli, brasileira, solteira, nascida em 06/03/1963, residente e domiciliada na cidade de Presidente Prudente – SP, Zona Rural Sitio São Rafael Cx Postal 55, Bairro Limoeiro, CEP 19015-970, portadora do CPF n° 957.553.408-40 e RG n° 15.554.361-1 SSP/SP;

      VICE-PRESIDENTE:
      Laurentina Rosa de Franco, brasileira, solteira, nascida em 28/10/1952, aposentada, residente e domiciliada na cidade de Sandovalina - SP, fazenda São Joaquim, S/N, CEP 19250-000, portadora do CPF n° 097.503.158-98 e de RG n° 25.811.213-X SSP/SP;

      TESOUREIRO:
      Giorgio Mignolli, italiano, casado, nascido em 17/03/1972, gerente administrativo, residente e domiciliado na cidade de Bataguassu - MS, rua Nova Andradina n° 469, Bairro Centro, CEP 79780-000, portador de CPF n° 740.508.851-15 e de RNE n° V476891Z emitido pelo DPF;

      SECRETÁRIA:
      Lurdes Alves Marinho, brasileira, solteira, nascida em 26/01/1959, funcionária pública federal, residente e domiciliada na cidade de Presidente Prudente - SP, rua Eduardo Andreasi n° 50, Bairro Jardim Vale do Sol, CEP 19063-508, portadora de CPF n° 063.484.308-71 e de RG n° 11.942.648 SSP/SP;

      CONSELHO FISCAL

      1. Alice da Cunha Pain, brasileira, viúva, nascida em 10/03/1947, aposentada, residente e domiciliada na cidade de Taciba - SP, Rua Manoel Hipólito n° 811, Bairro Centro, CEP 19590-000, portadora de CPF n° 206.427.068-08 e de RG n° 25.810.213-5 SSP/SP;

      2. Aparedica Ramineli, brasileira, solteira, nascida em 18/10/1948, auxiliar de serviços gerais, residente e domiciliada na cidade de Anhumas - SP, Rua Pe. Orlando L. Gazola n° 528, CEP 19580-000, portadora de CPF n° 926.528.248-72 e de RG n° 13.514.389 SSP/SP;

      3. Francisca Ferreira da Silva, brasileira, solteira, nascida em 27/08/1953, aposentada, residente e domiciliada na cidade de Santo Anastácio - SP, rua José Benedito Dinis n° 70, CEP 19360-000, portadora de CPF n° 069.781.538-26 e de RG n° 13.976.872-5 SSP/SP.


Prestação de contas


      COMUNICADO SDG. nº 016/2018
      O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO, considerando as diretrizes das Leis reguladoras da Transparência e do Acesso à Informação e as disposições das Instruções Consolidadas do Tribunal, COMUNICA aos órgãos públicos estaduais e municipais que adotem providências no sentido de que as entidades do terceiro setor (OS, OSCIPS, OSCS) destinatárias de recursos públicos cumpram os dispositivos legais relativos à transparência de seus atos consistentes na divulgação pela via eletrônica de todas as informações sobre suas atividades e resultados, dentre outros o estatuto social atualizado; termos de ajustes; planos de trabalho; relação nominal dos dirigentes, valores repassados; lista de prestadores de serviços (pessoas físicas e jurídicas) e os respectivos valores pagos; remuneração individualizada dos dirigentes e empregados com os respectivos nomes, cargos ou funções; balanços e demonstrações contábeis e os relatórios físico-financeiros de acompanhamentos, regulamento de compras e de contratação de pessoal. A verificação da implementação de tais medidas será incluída nas ações da fiscalização, cujo descumprimento poderá ensejar a adoção de medidas previstas em Lei.
      SDG, em 18 de abril de 2018.

 2019

      CNPJ       Alvará       Atestado - Prefeitura       Atestado - Promotoria    Relatório de atividades    Balanço Patrimonial       Plano de trabalho    Estatuto    Ata da Assembléia Geral Ordinária    Plano de Aplicação    Termo de Ajuste    Termo de Fomento - P02    Termo de Fomento - P03       Repasse ao Terceiro Setor de 02/04       Repasse ao Terceiro Setor de 09/05       Repasse ao Terceiro Setor de 16/08       Extrato de conta corrente em 15/08       CMAS-coprovante de inscrição       Saneprol - Danfe       Utilização de recurso próprio

 2018

      Relatório anual de atividades    Relatório de atividades    Balanço Patrimonial       Plano de trabalho    Plano de trabalho alterado    Demonstração Integral das Receitas e Despesas    Demonstração Integral das Receitas e Despesas Anual - Rosana    Utilidade Pública - Atestado


 2017

   Ata ordinária e extraordinária

 2016

      Ata da Assembléia Geral Extraordinária    Re - Ratificação da Ata da Assembléia Geral Extraordinária


Normas interna da Casa Tra NOI


      1Oração da Manhã diariamente às 8:00 | Missa Segunda às 18:30 e de terça a sexta 11:30 | Hora da Misericórdia às 15h00.
      2 – Todo hospede é convidado a participar das orações diárias da Casa.
      3 – Refeições: café da manhã das 07h00 às 08h30 | Almoço das 12h00 às 13h00 (refeição em horário diferenciado, somente com autorização da Direção) | café da tarde às 15h30 Jantar das 19h às 20h00.
      4 – Não é permitido levar comida para os quartos, ou para qualquer espaço do prédio que não seja o refeitório, a fim de evitarmos problemas futuros.
      5 – O hospede que necessitar de dieta especial durante as refeições, deverá comunicar ao atendente na recepção.
      6 – O portão da Casa será fechado às 20h30. A partir das 22h00, deverão ser desligados os rádios, TVs e outros aparelhos sonoros, para que tenhamos silêncio na Casa.
      7 – Toda vez que se ausentar da Casa Família, os hospedes deverão entregar a chave do quarto e o crachá na recepção.
      8 – A guarda dos objetos pessoais, trazidos para a Casa Família, é de responsabilidade dos hospedes. Portanto, deixe-os em segurança no quarto, pois a Casa não se responsabiliza pelos mesmos.
      9 – A permanência máxima do hospede na casa será de 10 dias consecutivos, após este período o encaminhamento deverá ser renovado.
      10 – Comportamentos desrespeitosos, que atrapalhem o bom andamento dos serviços prestados na Casa, não serão aceitos pela Direção.
      11 – Não permanecerão na Casa pacientes portadores de enfermidades, necessidades especiais ou comportamentos que tragam transtornos aos demais hospedes.
      12 – Após a alta hospitalar, o hospede que for internado só retornará à Casa mediante novo encaminhamento.
      13 – Não dispomos de recursos para acolher pacientes sem acompanhantes e que necessitem de cuidados especiais.
      14 – O hospede acompanhante de pessoas necessitadas de cuidados especiais, idosos ou crianças menores, não deverá ausentar-se da Casa sem o conhecimento da recepção.
      15 – O hospede será responsável pela limpeza do quarto durante sua permanência na Casa.
      16 – Ao deixar a Casa, o hospede deverá devolver à recepcionista as chaves do quarto e do armário, bem como as roupas de cama e de banho.
      17 – Paciente com alta hospitalar e à espera de ambulância, poderá permanecer na Casa no máximo 1 dia.
      18 – Não será permitida a permanência de hospede na cozinha sem a autorização prévia da direção.
      19É expressamente PROIBIDO fumar em qualquer ambiente da Casa Família.
OBSERVAÇÃO: A Casa se mantém também com sua solidariedade. Portanto, sua colaboração é importante. Suas orações são contribuições importantes. Colabore conforme for possível.