01 02 03 04 04

História



O Movimento TRA NOI em Presidente Prudente


      O movimento Tra Noi, chegou à cidade de Presidente Prudente, através do Instituto Secular Maria de Nazaré, que desde 1994, a princípio sua implantação foi feita através de grandes discursões e reuniões situadas na Diocese de Presidente Prudente/SP como: Cotia/SP e Presidente Bernardes/SP, sendo que seus passos se deram através do Padre Umberto Laércio e Padre Ivair Gentil Zanchetta que visitaram a sede de Araguaína/TO, com o intuito de compreender o trabalho deste movimento. A partir de então, o segmento adotado constituiu de acordo com as demandas existente na cidade de Presidente Prudente/SP e regiões.
      Diante dos depoimentos que foram realizadas nas cidades, e apresentadas às demandas de vulnerabilidade social, foi elaborado um projeto, para ser apresentado ao Conselho Geral do Tra Noi na Itália, aonde foi analisado e aprovado. Porém, para este projeto ser realizado precisava-se formar o Movimento Tra Noi.
      Ressalta o Instituto Secular Maria de Nazaré, se uniram em prol para levantar o movimento e formar a equipe necessária para iniciar suas atividades, sendo assim, em dezembro de 2001, foi realizada a primeira reunião do movimento, no Centro de Catequese da Capela Rainha dos Apóstolos em Presidente Prudente-SP, estando à frente Padre Ivair, um dos grandes responsável por toda organização.
01       Em 2002, Padre Ivair juntamente com o Instituto Secular Maria de Nazaré, solicitam a permissão para construção da Casa Tra Noi, na qual teve a permissão aceita. Visto que no ano 2003, em Assembleia Geral para apreciar e aprovar o estatuto da Associação, que iria reger o Movimento, estando presentes nesta ocasião os representantes legais do movimento do Brasil e da Itália.
01       No ano de 2004, deu-se início a construção da Casa de Acolhimento Família Tra Noi, Padre Sebastião Plutino de Presidente Prudente/SP, com recursos financeiros, vindo da sede Tra Noi da Itália. Nesse período de construção, os grupos continuavam se reunir para estudar os estatutos do movimento, com conteúdo formativos, vindo da sede da Itália. Após vários percursos de discursos e estudos inaugurou-se no dia 16 de maio de 2009, a Casa de acolhimento Família Tra Noi.
      O Movimento Tra Noi – Pela Espiritualidade da Acolhida em Presidente Prudente, inaugurou a casa família que irá acolher acompanhantes de pacientes, sem condições financeiras, internados em hospitais públicos que necessitam de abrigo. A cerimônia de inauguração começou com a missa, as 10h30, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, celebrada pelo Bispo Dom Benedito Gonçalves dos Santos. Logo depois, foi feito a benção da casa. Na ocasião também foi comemorado o quinto aniversário de canonização de São Luis Orione. O início do atendimento do abrigo está previsto para julho. O local tem capacidade para atender 66 pessoas e conta com capela. A cerimônia contou com a presença de padres da Diocese de Presidente Prudente, São Paulo e Araguaina (TO), dos padres provinciais da Congregação Orionita do Sul e do Norte, assessor espiritual internacional do Movimento Tra Noi, Padre Giovanni D’Ercole, e assessor espiritual do movimento em Prudente (Pe. IVAIR GENTIL ZANCHETA, JORNAL O IMPARCIAL, 2009).
      Posteriormente, suas atividades se iniciaram ao atendimento dos primeiros hóspedes, na quais foram pacientes oncológicos e familiares e acompanhantes dos pacientes internados que vem de outros Estados e Municípios distantes, que não têm como arcar com os custos de hospedagem e alimentação, além de não terem parentes na cidade. A casa procura sempre oferecer condições de qualidade em sua acolhida enquanto aguardam a recuperação de seu familiar.
      Os custos de manutenção da Casa Tra Noi de Presidente Prudente-SP, continuam sendo de doação internacional, vindo da associação Tra Noi da Itália, mas isso não quer dizer que não aceita contribuição e donativos de pessoas físicas e jurídicas da cidade e região.
      O trabalho é realizado por onze funcionários e quarenta voluntários que se revezam. Atualmente, a casa possui um amplo espaço (lavanderia, cozinha, refeitório, capela, sala de leitura e reunião) contendo vinte e dois apartamentos, podendo acolher sessenta e seis pessoas, em seus alojamentos, e cerca de trezentas pessoas mensalmente passam a noite, e aproximadamente quarenta pessoas diariamente fazem refeições. Os hóspedes recebem um tratamento digno como: apoio espiritual, religioso e profissional, nas quais orienta e encaminha os seus pacientes para rede de atendimento do município (saúde e assistência social).

Saiba mais sobre o Movimento TRA NOI lendo toda a história aqui


Construção

01

Inauguração

01

01